SBDV

Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária

Primeira sociedade latinoamericana de dermatologia veterinária*


Fundação 16 de março de 2000

Seja bem-vindo

A Sociedade Brasileira de Dermatologia veterinária, fundada em 16 de março de 2000, foi a primeira entidade constituída na América Latina voltada para a especialidade. Representando legalmente a especialidade e seus associados, em pais de dimensões continentais, a SBDV tem sete objetivos básicos, enfeixados em desiderato único qual seja o de promover a disseminação do saber dermatológico aos afetos a especialidade e garantir atendimento ético e competente, aos pacientes dermatopatas.
Afora implantado periodicamente eventos nacionais e internacionais, muitos comtemplando de forma graciosa seus afiliados grantindo assim a obtenção e perpetuação do título de especialista, é a única entidade habilitada a conceder tais títulos segundo a legislação, em todo território nacional.
A SBDV convida a todos os apaixonados pela dermatologia veterinária a fazer parte de sua história, sempre valorizando a classe e divulgando, nacional e internacionalmente toda a experiência brasileira na "especialidade das especialidades".

Nossos patrocinadores

Avert Virbac Total Química

Saiba como se associar à SBDV

Onde estamos

Confira a distribuição geográfica dos nossos associados.

Buscando um dermatólogo

Encontre um dermatólogo perto de você.

Acesso restrito aos sócios

** A value is required.

Próximos Eventos

Programação SBDV 2017

 

Curso de Reciclagem: Imersão em dermatoses auto-imunes
Valores com desconto até o dia 14/05/2017

20-05-2017
Valores:
Sócio Não sócio Sócios de entidades co-irmãs
R$ 300,00 R$ 650,00 R$ 450,00
 
É necessário estar cadastrado ou acessar a área restrita para inscrever-se nos eventos.

Últimas notícias

Curso de Reciclagem: Imersão em dermatoses auto-imunes
20 e 21 de Maio (sábado e domingo)

Nesse curso convidamos mais de dez renomados palestrantes, que abordarão distintos assuntos dentro da temática " dermatoses auto-imunes". Para realizar a inscrição, é necessário estar cadastrado no site, efetuar o login/senha e realizar o pagamento (via PagSeguro). Pedimos também o preenchimento e envio da ficha de inscrição para o seguinte email ritacarmonacastro@uol.com.br

Inscrição: Pagamento PagSeguro + envio da ficha por email.

Desconto para pagamento antecipado até 14/05/2017.

Para conferir a programação completa clique aqui.
Para realizar a inscrição clique aqui.
Download da ficha de inscrição.

 




Eventos das Delegacias Regionais do Sul e Rio de Janeiro

Nesses últimos dias a SBDV promoveu dois eventos em dois Estados distintos: Rio de Janeiro e Paraná. Gostaríamos então de agradecer a todos os sócios que estiveram presentes, aos palestrantes (MVs Flávia Tavares e Paulo Salzo) e aos nossos Diretores de Regionais por sempre prepararem os eventos com muito zelo e profissionalismo.

A SBDV almeja oferecer aos seus sócios não só uma atualização científica, mas também um tempo de comunhão e de estreitamento de parcerias. Sempre regado com muito café e quitutes deliciosamente preparados.

 




DRS-SBDV - Evento da Delegacia Regional do Sul

Convidamos a todos para participarem do primeiro evento da DRS que acontecerá na cidade de Curitiba (Paraná) no dia 01/04 com a palestra do Prof. Msc Paulo Salzo.

Maiores informações clique aqui.

 




ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM DERMATOLOGIA VETERINÁRIA PELA SBDV

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA VETERINÁRIA
CNPJ/MF 03784661 0001 43
Av. Pereira Stefano, 114 - Saúde, São Paulo 04144-070
EDITAL 01/2017 – ABERTURA DE INSCRIÇÕES
Acham-se abertas, no período de 31 de março a 30 de setembro de 2017, as inscrições para obtenção do título de dermatologista veterinário, através de avaliação curricular e de submissão às provas, segundo as Normas regulamentadoras de concessão e perpetuação de título da especialista em dermatologia veterinária, pela Associação Brasileira de Dermatologia Veterinária/ABDV (CNPJ/MF 037846610001-43), habilitada pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, através da Resolução CFMV 1036/270913 (DOU 199/14102013), embasada no disposto na Resolução CFMV 935/10122009 e nos Capítulos I, VI e VII do estatuto da ABDV. A íntegra do teor deste Edital e de seus Anexos estarão disponibilizados na página da ABDV (www.sbdv.com.br).
MV Luiz Eduardo Bagini Lucarts
CRMV -SP 13.416
Presidente da ABDV


*Publicado no Diário Oficial da União (nº 54 - Ineditoriais. Seção 3 - página 132, em 20 de março de 2017).


Para mais informações:


EDITAL 01/2017 – Resolução CFMV 1036/2013 – ABERTURA DE INSCRIÇÕES

RESOLUÇÃO Nº 935, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2009

 




Domingo tegumentar do Mês de Março

Já estão abertas as inscrições para o nosso próximo domingo tegumentar que ocorrerá no dia 19 de Março. Estarão presentes três grandes palestrantes que abordarão a seguinte temática: " Esporotricose... uma panzootia? Painel epidemiológico".

Para maiores informações clique aqui.

 




DERJ-SBDV - Evento da Delegacia Regional do RJ

Convidamos a todos para participarem do primeiro evento da DERJ que acontecerá no dia 28/03 com a palestra da Profa. Msc. Flávia Tavares intitulada “Minha experiência com o paciente endócrino atópico”.

Maiores informações clique aqui

 




ALERTA SBDV

São Paulo, fevereiro de 2017.

Informamos aos associados que a SBDV, por força e seu estatuto, não mantém parceria, jamais cedeu seu cadastro de associados, não permite gravação em audio e/ou video de seus eventos por quaisquer participantes, sejam ouvintes ou empresas de gravação, flmagem, reprodução de eventos em todo território nacional.

Os palestrantes são orientados quanto a esta postura. O contato da(s) empresa(s) visando a “venda” de cursos ou palestras, a título de pós-graduação(?) ou afins constitui-se puro engodo.

Eventos na modalidade de ensino à distancia, "on line” etc não pontuam em educação continuada, no tocante a obtenção ou perpetuação do título de especialista pelo Sistema CFMV/CRMV e ABDV/SBDV (Resolução CFMV 1036).

Luiz Eduardo Bagini Lucarts

CRMV-SP: 13416

Presidente da SBDV

 




Câmara de educação

À Presidência da Câmara de Educação Superior

Conselho Nacional de Educação - SGAS
Av. L2 Sul Quadra 607 Lote 50
70047-900 - Brasilia – DF

Ilma. Sra.Dra. Patrícia Augusta Villa Boas

DD. Diretora de Regulação da Educação Superior/MEC

Esplanada dos Ministérios - Bloco L S 127-131

70047-900 0 - Brasilia - DF

Prezados,

Inteirados, que fomos, pelas manifestações do CFMV, pela Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária (CNEMV/CFMV), por aquelas dos CRMV: RS, TO, SP e pelas milhares de assinaturas colhidas pela petição pública (www.peticaopublica.com.br), a Associação Brasileira de Dermatologia Veterinária (ABDV), representando centenas de seus associados, distribuídos em 20 das Unidades Federativas e em seis países, por meio de sua Diretoria Executiva e Conselho Consultivo, não poderia se omitir e repudiar a espúria e absurda autorização de implantação de cursos de graduação em medicina veterinária, na modalidade de ensino à distância (EAD) oferecida por faculdades privadas.

O Conselho Nacional de Saúde, vinculado ao Ministério da Saúde editou, em 2016, a Resolução CNE/MS de nº 515, mostrando-se totalmente contrário ao ensino à distância por cursos da área da saúde, onde se imbrica, também, a medicina veterinária.

Primicialmente, deve-se enfatizar que, afora o absurdo de se oferecer e aprovar centenas de cursos de graduação em medicina veterinária, em sua maioria em tempo parcial, condição única e exclusiva deste País, sem adequada seleção prévia de candidatos, o Brasil não mais comporta novos profissionais mal formados destinando-os à improvável inserção no mercado de trabalho.

A profissão médico veterinária deve habilitar seus graduandos não só na área de produção animal, na inspeção de produtos de origem animal nas saúdes animal e pública mas, também, na área de clínica, em seu senso lato, açambarcando espécimes animais herbívoros, onívoros e carnívoros, tanto domésticos como silvestres e selvagens.

Na área clínica e nas dezenas de especialidades a ela afetas é imprescindível que o graduando receba o conteúdo teórico e, principalmente, o prático de forma presencial, proativa e repetitiva. O busílis de sua ministração é o doente de “per se” e não a doença.

As manifestações clínicas dos pacientes animais enfermos são distintas, não se repetindo de forma similar e monotonizada em todos eles. A interposição de adequados protocolos de diagnóstico, de terapia e profilaxia sempre se embasa no atendimento clínico ambulatorial e nosocomial ou na atenção clínica em propriedades de criação, ao pé do paciente.

O profissional médico veterinário, voltado à ciência clínica, minimiza e evita prejuízos econômicos, abranda o sofrimento de seus pacientes e a angústia de proprietários.

Muitas das enfermidades que acometem os animais têm características zoonóticas (antropozoonóticas, anfixenóticas e saprozoonóticas), tornando-os sentinelas de surtos epizoóticos e epidêmicos, tais como os ora observados, em distintas unidades federativas, como a leishmaniose e a esporotricose, a título de exemplificação.

Consideramos como verdadeira insensatez absurdo, um engodo àqueles que buscam a graduação em Medicina Veterinária, um risco às saúdes animal e pública, o oferecimento do EAD para a formação de novos profissionais.

Permitimo-nos indagar:

quem, em sã consciência, buscaria atendimento clínico para si ou para seus familiares, quando acometidos por enfermidades neoplásica, metabólica, degenerativa, infecto-contagiosa, recorrendo a um profissional médico “habilitado” por “faculdade” de medicina com ensino à distância?
que tipo de profissional médico veterinário, consciente, pós graduado, titulado se disporia a participar desta modalidade de ensino?
o valor da hora-aula de profissional pós graduado (“stricto sensu”) mantido por universidade paulista, como docente em aulas presenciais, gira em torno de R$ 30,00. Imagine-se quanto seria pago por aula ministrada à distância e que tipo de profissional a aceitaria?
Na expectativa de análise dessas ponderações e de aflição quanto ao futuro de nossa profissão agradecemos pelas providências que urgem ser tomadas.

São Paulo, 10 de fevereiro de 2017

 




Permaneça atento

No novo CÓDIGO DE ÉTICA DO MÉDICO VETERINÁRIO (Resolução CFMV 1138/2016) no seu capítulo IV- Do comportamento, Artigo 8º, Inciso XIV é vedado ao médico veterinário e passível de punição “ anunciar-se especialista sem que tenha o título devidamente registrado no Sistema CFMV/CRMVs”

A ABDV/SBDV é única habilitada pelo Sistema CFMV/CRMV à outorga e perpetuação do título de especialista em dermatologia veterinária (Resolução CRMV 1036/2013)

 




Anuidade 2017

 




Calendário científico para o ano de 2017 - "Ano da Sede"

Prezados colegas

A Diretoria da SBDV, tal como a praxe de cada anuênio, elaborou a grade científica para o ano de 2017. Esta programação será composta por eventos já tradicionais e outros elaborados especialmente para o ano vindouro, sendo eles: três “Domingo Tegumentar”, um curso de “Imersão em dermatoses auto-imunes” e um outro, qual seja uma palestra internacional com a participação do renomado Professor Michael J. Day, da Bristol University, intitulada “ Avanços na compreensão das dermatopatias alérgicas ”, que serão implantados na Capital Paulista, como nos anuênios anteriores.

Clique aqui para maiores informações.

 




04 de Dezembro: Último domingo tegumentar do ano de 2016

Dando sequência ao calendário científico da SBDV para o ano de 2016, convidamos a todos os profissionais médico-veterinários associados a participarem do último evento do corrente ano, ocasião propícia para celebrarmos o ano de grandes realizações da nossa SBDV.
O evento intitulado Alopecia X: do X ao T, contará com a participação de dois convidados de notório saber na área de endocrinologia veterinária.

Clique aqui para maiores informações

 




01 de Dezembro: Último evento da DERJ do ano de 2016

No dia 01/12/16, a Delegacia Estadual do Rio de Janeiro (DERJ-SBDV), realizou mais um magnífico evento sobre Esporotricose em Cães e Gatos. Este mais um exitoso evento, contou-se com a presença da Profa. Dra. Regina Ruckert Ramadinha.




 




ALVISSARAS ...!!! HABEMUS SEDES

São Paulo, 27 de Outubro de 2016.
Caros associados,
Hoje, às 11:57 horas, decorridos dezesseis anos e sete meses da fundação da SBDV, em 16 de março de 2000, adquiriu-se a sede própria da nossa entidade.
Com recursos próprios, comprou-se um conjunto comercial, no Bairro da Saúde, a poucos metros da Estação homônima do Metrô paulista (Linha 1 – Azul). Trata-se de conjunto situado no 14º andar, face nordeste, com área total de 101,9m² (área comum e privativa de, respectivamente, 62,8 m² e 39,0 m²), com duas vagas de garagem e dois WC. Somos os primeiros a ocupar o conjunto, já dotado de piso, luminárias e WC equipados. O condomínio, Station Offices Saúde, está situado à Rua Pereira Stefano, nº 114. Toda a negociação foi acompanhada pari passu com escritório de advocacia por nos contratado.
Por meses buscou-se local adequado, livre e desembaraçado de ônus, com dimensões condizentes, em local seguro e de fácil acesso, aos associados e ao corpo diretivo, preferencialmente nas zonas sul e oeste da capital.
Esta alvissareira aquisição concretiza um sonho e esforços das cinco gestões anteriores, presididas por Carlos E. Larsson e Ronaldo Lucas e compostas por dezenas de membros das Diretorias Executiva e Conselhos Consultivo, que honorariamente e, por óbvio, graciosamente conduziram os destinos da SBDV, hoje com mais de 500 associados distribuídos por seis países.
O montante acumulado, nesses dezesseis anos, proveniente de anuidades de associados, patrocínios das melhores empresas brasileiras, saldo remanescente do exitoso Congresso Brasileiro de Dermatologia Veterinária (Outubro de 2015) permitiu a concretização do “sonho sonhado”.
Nos pretéritos cinco lustros de existência, a SBDV teve como sede física e legal, a residência da Av. Ceci 543, da família Larsson, disponibilizada sem acarretar qualquer ônus aos cofres da SBDV.
Merece ressaltar que são muito poucas as associações, colégios e sociedades brasileiras e latinas de especialistas que, hoje, dispõem de sede própria.
A aquisição realizada compôs um dos itens de nossa plataforma de metas, quando nos propusemos a conduzir os destinos da SBDV da Gestão 2015-2018, fato que consumamos, tal como o fizemos implantando também o CBDV, preparado cuidadosamente, desde a Gestão 2012-2015, então conduzido pelo atual Vice Presidente .
Sacramentada a compra, com a posse assegurada pela lavratura da escritura, gradativamente a mobiliaremos, passando a arcar mensalmente com despesas condominiais, IPTU, luz etc e que não tínhamos até hoje.
Seguimos com nossos desideratos, esperando que continuem conosco, mantendo-se adimplentes e parceiros, para mantermos a chama viva de uma dermatologia veterinária brasileira pujante e monolítica.
Agradeço a confiança de todos em nome dos demais membros da atual Gestão.

Saudações tegumentares!
M.V. Luiz Eduardo Bagini Lucartz
CRMV-SP 13 416
Presidente da SBDV

Membros da Gestão 2015-2018
*Vice Presidente e Presidente do Conselho Consultivo – Carlos Eduardo Larsson
*Secretária Geral – Cristina Sartorato de Lima
*1º Secretário – Leandro Haroutune Hassesian Galati (Aryele Herrera)
*Tesoureiro Geral – Jenny L. Maeda Kawasaki
*1º Tesoureiro – Juliana Odaguiri

*Diretor Científico – Rita de Cassia Carmona Castro
Membros – Carlos E. Larsson Jr, Mary Marcondes, Paulo S. Salzo
*Diretor de Sede – Camila Sao Brenardo Gouveia
Colaborador – Edward L. Hellebrekers
*Conselho Consultivo – Luiz A.Borba, Simony Maruyama
*Coordenador de Delegacias da SBDV– Julia Só Severo
*Coordenador de midia - Aline E. Santana, Cayo Y. Nitta
*Delegacia Estadual (RJ) – Andre S.Cardia, Rita de Cassia S. M. Neves , Flavia C. G Carvalho
*Delegacia Regional do Sul – Gisalda Bortoloto, Juliana Werner, Patricia Bertinati


 




DERMATOLOGIA VETERINÁRIA BRASILEIRA EM DESTAQUE

No último volume da reputada Veterinary Dermatology ( v.27, n.3m Junho de 2016 -http://onlinelibrary.wiley.com/journal/10.1111/(ISSN)1365-3164 ), em editorial (p.1334), firmado por emérito dermatopatólogo, se dá grande destaque a dermatologia veterinária praticada no "país continente". Ali se enfoca o início da prática da especialidade e sua evolução, a partir do século passado, nos anos setenta: a criação da SBDV (primeira sociedade de dermatologia da América Latina) em 2000, a magnitude de suas realizações e a distribuição de seus 435 associados.

Ali, também, se apresenta dados do Congresso Brasileiro de Dermatolgoia Veterinária (outubro de 2015), do lançamento do "Tratado de Medicina Externa" (Interbook editorial) com breve resumo de sua estrutura e composição.

 




Nossos patrocinadores

Agener CEVA - Juntos, além da Saúde Animal Pet Society Elanco Zoetis